Select Page

As 10 capas de álbuns mais simbólicas de todos os tempos

As 10 capas de álbuns mais simbólicas de todos os tempos

Ranker é um site especializado em listas, na maioria das vezes com a participação do público. Ano passado, com a ajuda dos seus leitores, elegeram as melhores capas de álbuns de todos os tempos, com o intuito de mostrar que o material gráfico e a música se completam. Led Zeppelin, Beatles e Pink Floyd foram as bandas mais votadas e em emplacaram mais de um álbum no ranking.

Confira as 10 capas de álbuns mais legais de todos os tempos:

 

1. The Dark Side of the Moon – Pink Floyd

álbuns do pink floyd

Este é um dos álbuns mais importantes da carreira da banda, com vários clássicos. Criada pelo designer Storm Thorgerson traz um feixe de luz transpassando um prima e decompondo um espectro de cores. Genial, simples mas também significativa. Segundo o próprio Storm, ela representa o som da banda, que é simples e ao mesmo tempo muito complexa.

 

 

2. Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band – The Beatles

álbum the beatles

Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band pode ser considerado o álbum mais emblemático dos Beatles, e teve sua capa copiada várias vezes. O álbum é frequentemente citado como o melhor e mais influente álbum da história do rock e da música. A ideia da capa foi de Paul MaCartney, que propôs a seus companheiros que se “transformassem em outro grupo”. A capa foi criada a partir de uma fotografia de Michael Cooper, com os quatro Beatles vestidos como sargentos diante de uma colagem feita por Peter Blake com várias pessoas célebres como Marilyn Monroe, Marlon Brando, Bob Dylan, Oscar Wilde, Aleister Crowley, Edgar Allan Poe, Marx e Freud.

Mais  17 Fatos sobre o universo

 

 

3. Abbey Road – The Beatles

álbum the beatles

Uma das mais conhecidas fotos dos Beatles foi tirada em um dia comum, em 1969, pelo fotógrafo escocês Iain Macmillan. Na capa do LP, os Beatles estão atravessando uma faixa de segurança a poucos metros do Estúdio Anney Road, rua que ficou marcada para sempre. Foi uma sessão de 10 minutos, foi tirada no máximo oito fotos. Os integrantes da banda preferiram a quinta foto por duas razões: por ser a única em que a banda parecia caminhar uniformemente, com passados marcados e por estarem como se estivessem se afastando do estúdio, gesto simbólico de libertação do lugar onde haviam passado um bom tempo de suas vidas nos últimos sete anos.

 

 

4. Led Zeppelin I – Led Zeppelin

álbum de led zeppelin

A foto da capa do primeiro LP do Led Zeppelin foi escolhida por Jimi Page. A foto mostra o dirigível alemão Hindenburg explodindo durante uma viagem transatlântica em 1937. O artista gráfico George Hardie foi o responsável pela arte. À princípio ele sugeriu um desenho baseado num letreiro que ele havia visto em San Francisco onde mostrava um dirigível de aspecto fálico voando no céu, mas Page não gostou da ideia. A imagem do dirigível em chamas ficaria marcada como a capa de um disco que é considerado um dos melhores discos de estreia de uma banda de rock.

Mais  Shows marcantes do intervalo do Super Bowl

 

 

5. Revolver – The Beatles

álbum dos beatles

A capa de Revolver foi criada por Klaus Voormann, que fez cinco desenhos diferentes e escolheu um para oferecer como ideia inicial. A banda e o empresário aprovaram e o artista deu continuidade à arte, baseada em uma colagem que misturava desenhos com fotos dos Beatles feitas pelo fotógrafo Robert Whitaker. O resultado final apresenta o perfeito contraste da simplicidade com o psicodelismo. Agradou muito aos Beatles, já que eles estavam com a mente aberta para coisas novas.

 

 

6. Wish You Were Here – Pink Floyd

álbum pink floyd

Segundo o autor da arte, Storm Thorgenson, a imagem dos dois homens queimando significava que as pessoas escondiam o que elas realmente sentiam por medo de “se queimar” e como se tratava de uma crítica a industria da música também, os dois dublês aparecem apertando as mãos, mas com uma diferença: um deles está literalmente se queimando, enquanto o outro não.

 

 

7. London Calling –  The Clash

the clash

A foto da capa começou como uma homenagem da banda para Elvis Presley: eles queriam prestar tributo a Elvis, parodiando a capa de seu primeiro álbum, lançado em 1956. Enquanto uma imagem mostra alguém perdido na música de maneira romântica, a segunda mostra alguém quebrando esse paradigma. A violência do ato de quebrar seu instrumento mostra o que o álbum propõe: quebrar barreiras imposta pelo sistema.A foto foi tirada por Pennie Smith em 1979 e o layout é trabalho do cartunista Ray Lowry.

 

 

8. Aqualung – Jethro Tull

jethro tull álbum

A arte foi feita por Burton Silverman, pintor norte-americano. Ela representa o personagem da música do álbum, “Aqualung”. O vocalista Ian Anderson disse que chegiy a posar para a concepção da capa, mas Burton afirmou que a imagem é na verdade um autorretrato.

Mais  Curiosidades sobre o Super Bowl

 

 

9. Houses of the Holy – Led Zeppelin

álbum led zeppelin

A famosa capa foi inspirada no final do livro Childhood’s End, de Arthur C. Clarke. A ideia era mostrar um lugar místico em busca de uma fonte de energia, que seria a própria banda. A agência Hipgnosis foi chamada para a tarefa. As fotos foram tiradas na Irlanda do Norte, com três adultos e duas crianças, que eram irmãos. Mas o pôr-do-sol esperado não apareceu, por fim, decidiu-se fazer uma colagem de fotos apenas das crianças, que foram retrabalhadas.

 

 

10. Nevermind – Nirvana

nirvana

É considerado um dos discos mais importantes da história do rock. A sessão de fotos para a capa aconteceu em 1991 e durou apenas 15 segundos. O fotógrafo Kirk Weddle tirou uma foto com um menino e outro com uma menina. O próprio fotógrafo gostou maia da fotos da menina, mas a gravadora insistiu para que fosse escolhido o menino. O bebê é Spencer Elden, então com quatro meses. A inspiração para a foto veio de Kurt Cobain e Dave Grohl, inspirados por um documentário sobre bebês que nasciam debaixo da água. As imagens eram fortes demais, fazendo com que a banda preferisse a foto do bebê nadando. Foi de Kurt a ideia de adicionar a nota de um dólar pendurada no anzol.